sexta-feira, 14 de maio de 2010

O longo caminho para o asfalto liso

Guarabu, Cacuia e Ribeira não entram no Programa Asfalto Liso


Estou bastante preocupado com o prazo que foi divulgado para a conclusão das obras do projeto Asfalto Liso nas principais vias de trânsito da Ilha do Governador. Vinte e seis meses são mais de dois anos de obras para refazer o asfalto em apenas em quatro ou cinco das principais artérias do bairro, mas cuja circulação de veículos é intensa.
Dois outros problemas estão sendo comentados por moradores após a divulgação dessa notícia. A locomoção interna, que já é complicada vai ficar ainda mais difícil diante das necessárias interdições de partes dessas ruas para as obras. E conviver com esses incômodos por tanto tempo é inacreditável. O prazo anunciado deve estar errado. Outra questão que ninguém mais suporta são as centenas de buracos nas ruas intermediárias e que foram desconsideradas nas prioridades da prefeitura. É um absurdo! Todo dia motoristas encontram buracos novos cuja conservação demora muito para ser feita e os sistemas de amortecedores dos veículos não resistem, causando transtornos e prejuízos para os donos dos carros. Há meses buracos persistem e se transformam em crateras, sem que nenhuma medida seja tomada para solucionar esse problema, que é muito sério.
O Projeto Asfalto Liso é uma boa medida. Todavia a prefeitura não pode esquecer das outras ruas só porque não dão visibilidade política. Tratar com atenção e igualmente a todos moradores é uma questão central na democracia e direito de todos. Algumas ruas estão completamente largadas, sem a rotina dos serviços públicos e a atenção que seus moradores merecem. Falta de recursos parece não ser o problema.


segunda-feira, 10 de maio de 2010

Polícia acaba com quadrilha que assaltava no Jardim Guanabara



 
Veículos apreendidos durante operação da maré

A resposta dos órgãos de segurança do estado veio mais rápida do que todos esperavam. E foi fulminante. Depois da publicação na capa da edição da semana passada do Ilha Notícias, de matéria sob o título: “Bandidos ameaçam assaltar todas as casas do Quebra Coco”, e das denúncias de dezenas de outros crimes no Jardim Guanabara feitas por moradores e autoridades da região, o clamor chegou ao conhecimento do governador Sérgio Cabral. Ele agiu imediatamente e solicitou ao seu secretário de segurança, o gaúcho José Mariano Beltrame, uma solução para tranqüilizar a população da Ilha.

Acionadas a PM e a polícia civil, mais de duas centenas de agentes invadiram o quartel general da quadrilha que aterrorizava a Ilha. Os bandidos estavam reunidos perto de um local conhecido como Timbua, no Complexo da Maré. Depois de intensa troca de tiros, diversos criminosos, que faziam parte do bando que agia na Ilha, foram mortos e outros presos. Lá os policiais encontraram dezenas de motos e carros roubados, muitos já com os números dos chassis adulterados.

Beltrame aproveitou o sucesso da operação para anunciar que a sede do Bope vem, em breve, para perto da Ilha e que o estado vai construir de um pórtico de segurança na Estrada do Galeão. Com a quadrilha fora de ação e as novidades anunciadas os moradores, principalmente do Quebra Coco, já podem voltar a viver com mais tranqüilidade.

Obrigado Cabral! Nossa gratidão a toda equipe de segurança. Afinal, agora mais do nunca, a Ilha é do Governador.