terça-feira, 16 de janeiro de 2018

SOBE O NÚMERO DE CARROS ROUBADOS E CAI OS ASSALTOS COM USO DE MOTOS

Assaltos a motoristas e roubo de carros aumentaram na Ilha 

              A insegurança persiste na Ilha, embora as notícias de assaltos realizados por bandidos com o uso de motos aparentemente diminuiu, provavelmente pelas constantes ações da PM em parceria com os motociclistas da Guarda Municipal que retiraram de circulação dezenas de motos irregulares
            Entretanto, houve um aumento vertiginoso de assaltos a motoristas seguido do roubo dos veículos que estariam sendo levados para a Maré. Em todos os bairros da Ilha os moradores informam o crescimento desse antigo tipo de crime que coloca a vida das vítimas em absoluto perigo. A polícia recomenda que as vítimas evitem qualquer tipo de reação porque os bandidos não têm nada a perder. Essas ações criminosas são quase impossíveis de serem evitadas diante do fator surpresa e também estão acontecendo em ruas de muito movimento como a Estrada do Galeão.
             O novo comandante do 17º BPM, que está há pouco mais de um mês no cargo, introduziu mudanças importantes e positivas no policiamento da Ilha, como a presença de viaturas policiais em diversos pontos estratégicos da região, principalmente à noite. A medida dá visibilidade a presença da PM e melhora a sensação de segurança.
            Entretanto é preciso que os insulanos estejam atentos e vigilantes nas ruas, como também e ao entrar e sair de casa. Os criminosos da Maré, que são os que mais agem na Ilha, mudam o tipo de crime constantemente e continuam trazendo medo à população que ainda se sente refém da ação da bandidagem.
             Diversas ideias estão sendo discutidas pelas autoridades da Ilha para resgatar a segurança da população, que sofreu no ano passado sérias consequências em virtude do aumento da criminalidade. Voltou-se a pensar na construção de um pórtico na entrada da Ilha e de uma cabine de porte, na Portuguesa, perto do chafariz perto do McDonald’s, entre outras medidas.
           
O que não podemos é descansar na luta contra o crime.

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

BLOCOS DE RUA PROMETEM SURPREENDER DURANTE OS DESFILES

O bloco "Os 20 de Ouro do Mestre Odilon 
abre o desfile oficial dos blocos na Ilha
              
            O ano começou bem. Já temos no calendário de janeiro diversas programações de carnaval para agitar a galera que festejou o Natal e Ano Novo aproveitando as delícias próprias das festas de final de ano. Com a virada do ano, o assunto mudou: agora é carnaval.
             A União da Ilha, cujo enredo trata de comida e os pratos brasileiros pode gerar uma grande surpresa no desfile, já que não existe brasileiro que não aprecia um bom prato. Alguns gostam do prato cheio, mas a maioria tem preferências por bons ingredientes e temperos. Até a aparência faz o prato apetitoso aos olhos de qualquer gourmet, com fome. A equipe da União que desenvolve o enredo e alegorias é muito profissional e tem bom gosto fato que ajuda. Acredito que a apresentação vai dar água na boca do público e melhorar as boas notas dos jurados.
              Os ensaios de rua estão bombando. Nunca se viu a quantidade de público, como neste ano, que acompanha o desempenho e incentiva os destaques, intérpretes, baterias e alas. Um verdadeiro show no asfalto da Estrada do Galeão que merece aplausos. As sacadas dos prédios do trecho do Posto Ilha até a quadra ficam lotadas e se transformaram em verdadeiros camarotes de privilegiados moradores que vibram com o espetáculo.
              Já os blocos estão inquietos e prometem grandes desfiles pelas ruas da Ilha, arrastando milhares de foliões e distribuindo alegria por onde passam. A Ribeira continua a ser o bairro onde a maioria vai se apresentar, e tudo começa no sábado, dia 20 com "Os 20 de Ouro do Mestre Odilon". Nos bastidores , Batuke de Batom, Vermelho e Branco e outros grandes estão agitados e a animação deve surpreender, com a participação de cerca de 40 blocos. 

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

2017 FOI UM ANO DE TRANSIÇÕES E INSTABILIDADE POLÍTICA COM O PROTAGONISMO DA MAIS ALTA CORTE DO PAÍS

             O Natal já é na próxima semana, depois de um ano sofrido que considero de transição entre um quadro de absoluta falta de perspectivas econômicas e muito desemprego, para um novo ano que promete algum crescimento e todas as boas consequências decorrentes do desenvolvimento positivo.
               Também considero 2017 um ano transição porque diminuíram as más notícias e a economia dá sinais de estabilização, além de um modesto crescimento, fato que tem que ser comemorado com otimismo pela população pois significa que podemos ter mais vagas de empregos.
              Aliás, a geração de novos empregos é a consequência natural do crescimento, sobretudo diante das novas regras trabalhistas que flexibilizam acordos entre interesse de trabalhadores e patrões, criando uma nova relação de confiança que deverá ser positiva para ambos os lados.
              O único risco para o próximo ano, vem da instabilidade política brasileira diante de tantas notícias de corrupção e gente importante presa à espera de julgamento. Já no início, em janeiro, uma decisão da justiça poderá confirmar a condenação de Lula e mudar o cenário político das eleições de modo imprevisível.
              Mas temos que ter confiança de que o Brasil vai superar tudo e crescer. A democracia está forte e o pensamento republicano deverá prevalecer como rumo para as mudanças nas atitudes dos protagonistas dos três poderes da república. Os trabalhadores, estudantes e donas de casa tem hoje um olhar crítico mais apurado sobre as funções das instituições do Estado e acompanham pela imprensa cada movimento dos personagens que conduzem a nação.
             O ano eleitoral vai favorecer importantes mudanças e o Brasil do futuro está novamente mãos dos eleitores, naquela que deverá ser uma das eleições mais importantes da nossa história.

domingo, 31 de dezembro de 2017

SISTEMA DE MOBILIDADE URBANA É O GRANDE VILÃO, DO ANO, PARA A POPULAÇÃO QUE SOFRE PARA SE DESLOCAR USANDO TRANSPORTE PÚBLICO

              Enquanto a população da Ilha continua sofrendo com o péssimo serviço público de mobilidade urbana, a licitação para o serviço de transporte marítimo continua parada e a concessionária, que há mais de um ano quer se desfazer do compromisso e só mantém as barcas funcionado por obrigação e para evitar multas. O serviço é considerado, pelos usuários, como de péssima qualidade, além de horários escassos e utilização de embarcações velhas e perigosas.
             A CCR Barcas alega acumular prejuízos e quer passar a responsabilidade para outra concessionária, entretanto o governo estadual não aceita a devolução nem a suspensão dos serviços, pois tem dificuldades de elaborar um edital que motive outra empresa a assumir os problemas e entulhos. 
             Provavelmente inexistem condições saudáveis para alguém assumir um contrato de 20 anos com cláusulas ainda mais abrangentes e com compromissos de melhorias nos serviços e manutenção da mesma política de preços, que segundo a concessionária atual já não é a ideal, embora seja considerada muito cara pelos passageiros.
           Diante das controvérsias, a conclusão mais aceitável é de que o sistema atual de transporte aquaviário de passageiros está superado e precisa mudar, para dar certo. Talvez o fatiamento em concessões por trajetos utilizando embarcações menores, com capacidade de 50 até 200 passageiros motivasse investimentos de pequenas e médias empresas. Pontos de terminais marítimos como: Cocotá, Paquetá, Duque de Caxias, Aeroporto Santos Dumont, Aeroporto do Galeão, São Gonçalo, Niterói e outros, podem gerar interesses de investidores, desde que as concessões sejam divididas pelos trechos, cujas características de embarcações são diferentes.  
               Outras opções existem, mas parece que não existe vontade para que se encontre uma solução.

PAPAI NOEL CHEGA À ILHA DE HELICÓPTERO DIA 10

              Na tarde do próximo dia 10, domingo, Papai Noel chega de helicóptero no estádio da Associação Atlética Portuguesa para saudar as crianças da Ilha do Governador, durante evento, que se realiza no mês de dezembro, há mais de 30 anos. A entrada é grátis e além dos shows de mágica, ventríloquo, danças e outras atrações, as crianças que preencherem o cupom da festa podem ganhar uma bicicleta. Deverão ser sorteadas para o público cerca de 20.
              A festa este ano é especial porque o próprio estádio da Portuguesa é uma atração que vale conhecer, depois que o Flamengo o transformou na Ilha do Urubu e tem sido cenário de grandes jogos pelo Campeonato Brasileiro.
             A realização da festa, que deve atrair milhares de pessoas, já faz parte do calendário de eventos da Ilha e é o maior evento de Natal da cidade, onde a confraternização entre a população de todos os bairros insulanos se soma a alegria das crianças que vivem momentos de sonhos durante o evento. Aliás, é tão marcante a festa que diversos moradores da Ilha, hoje adultos, relatam inesquecíveis momentos de emoção em eventos anteriores, seja pela emoção do salto dos paraquedistas no campo ou por ter ganhado uma bicicleta. 
             Para os organizadores e parceiros que trabalham para o sucesso do evento, o objetivo da festa é proporcionar alegria às famílias insulanas e renovar esperanças, aproveitando o simbolismo do Natal, data em que acima de tudo, deveríamos comemorar o nascimento de Jesus Cristo. 
             Participe, leve seus familiares, e viva em paz momentos especiais com a chegada de Papai Noel.