sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Baía da Guanabara

Falta conscientização. Entre o estaleiro Eisa e a comunidade da
Praia da Rosa, o lixo chega às margens da praia.


A poluição das águas da Baía de Guanabara foi tema de matéria do Ilha Notícias na edição da semana passada, ocasião que pescadores deram depoimento sobre a constatação de que a poluição das águas diminuiu. O pescador Moises Assis foi saudado por sua fotografia ter sido publicada na capa do jornal, exibindo um punhado de camarões graúdos pescados momentos antes nas águas da Baía.

É importantíssimo para todos nós da Ilha, essa recuperação da Baía de Guanabara, não apenas pela beleza natural e valorização dos imóveis, mas, sobretudo, pela balneabilidade que vai permitir que todos aproveitem para um saudável banho em águas mansas.

É bom saber que os resultados do que já foi feito para despoluir esteja realmente dando resultado e, ninguém com mais credibilidade do que a voz unânime dos nossos pescadores. Melhor ainda ter a garantia do presidente da Cedae – que mora na Ilha – de que o programa de despoluição vai continuar. Ele até garantiu à reportagem que, em breve, vai estar tomando banho nas praias do bairro.

Mas quem está sempre firme ajudando é a própria natureza. Com o movimento das marés - como lembra o engenheiro Francisco Filardi nesta edição - “bilhões de litros de água suja são trocados diariamente por água limpa vinda do oceano." É só o homem diminuir com a quantidade de elementos poluentes que a natureza se encarrega, em pouco tempo, de transformar a qualidade das águas.

Precisamos, entretanto, maior conscientização. É só abrir a página 20 da edição 1444 (06.11), do Jornal Ilha Notícias para constatar com tristeza, que muito lixo ainda é jogado nas águas pelos moradores. Ou seja, ainda temos um longo caminho de conscientização a percorrer.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Cartão de Vantagens

No próximo dia 11 será lançada uma excelente novidade projetada para movimentar a economia da Ilha e trazer desenvolvimento para todas as atividades comerciais, de serviços e produtivas da região. Trata-se do Cartão de Vantagens criado pela equipe da Associação Comercial Empresarial da Ilha para trazer benefícios tanto para consumidores como para os empresários.
Não se trata de um novo cartão de crédito, mas de um cartão cuja finalidade é proporcionar descontos e a participação em promoções exclusivas aos portadores. A idéia é fortalecer a movimentação de vendas e a circulação de negócios na Ilha. A cada mês serão divulgadas as ofertas e vantagens que as empresas ou profissionais liberais se dispõem a oferecer aos consumidores, portadores do Cartão de Vantagens.
Para participar dessa rede de benefícios, basta entrar em contato com a Associação Comercial (2462-1448), e no próximo mês terá novos compradores na sua porta, dispostos a participar das suas estratégias de vendas e fortalecer os seus negócios, e prontos para serem conquistados.
Restaurantes poderão oferecer pratos específicos com descontos especiais por períodos determinados. Postos de gasolina poderão, permanentemente, oferecer descontos e assim ampliar a fidelidade proporcionando grandes economias aos usuários. As lojas, por exemplo, poderão colocar em promoção mercadorias, cuja sazonalidade de estação, tenham estoques que podem ser oferecidos em condições interessantes e exclusivas.
Enfim, o Cartão de Vantagens será inovador e, melhor, sem anuidades. No dia do 15º Café da Manhã da Associação Comercial (11/11), que será realizado no auditório da Universidade Estácio de Sá, com a presença da Diretora de Gás e Energia da Petrobras, Maria Foster, serão entregues os primeiros cartões.
Não perca a oportunidade e participe dessa novidade desde o início. Peça o seu “Cartão de Vantagens”
joserichard@uol.com.br