segunda-feira, 18 de julho de 2016

A ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA PORTUGUESA E A UNIÃO DA ILHA SÃO ÍCONES INSULANOS E PODEM GERAR UM BAIRRISMO POSITIVO

       


            É muito gratificante ver o intenso movimento na nossa Associação Atlética Portuguesa cujo estádio e a infraestrutura foram reformados para receber jogos do Brasileirão. A Lusa é o maior clube da Ilha e a projeção para todo Brasil pode ser capitalizado para consolidar a Lusa, cujo time profissional disputa neste ano o Campeonato Brasileiro da série D.
             Assim como a União da Ilha é dona de parte do coração insulano, a Portuguesa é, para nós, no mínimo, o segundo time do coração. E, como desejamos ver a União desfilando com brilho na Sapucaí, torcemos também que essa parceria da Portuguesa com o Botafogo frutifique em grandes momentos para o clube. Que cresça mais e possamos festejar muitas conquistas no futebol e nos outros esportes praticados no clube.
              Na verdade, o bairrismo precisa ser mais intenso entre nós. Uma das razões é que estamos juntos neste mesmo barco cujos problemas atingem a todos que vivem por aqui. E não somos poucos: quase 300 mil habitantes, segundo as estatísticas. Acho que precisamos nos unir mais em torno de todas as coisas que existem na Ilha. É preciso valorizar nossas ruas e praças para que sejam mais bem cuidadas e, por outro lado prestigiar mais o nosso comércio para que fique mais forte, prospere e abra mais vagas de emprego e muito insulano que ainda trabalha fora da região tenha mais oportunidades de emprego na Ilha.
             Torcer para o sucesso de ícones como a União da Ilha e a Portuguesa significa defender as coisas no nosso território e fortalecê-las. Existem outras receitas, mas o importante é estarmos unidos e fortes para a Ilha chamar a atenção das autoridades. O objetivo é conquistar melhor qualidade de vida. Como por exemplo, garantir mais segurança na Ilha, cujo sistema foi muito abalado com os acontecimentos dos últimos dias.