sexta-feira, 23 de julho de 2010

Bagunça nos estacionamentos rotativos da Ilha

                                                                        Foto do leitor Ruy Silva
     Cabine velha da Centro Park jogada no estacionamento em frente ao Mc Donald's        

É um desrespeito à população a maneira presunçosa que age a empresa concessionária que explora os três estacionamentos localizados na parte mais nobre da Estrada do Galeão. Numa nota desta edição, na seção Boca no Trombone, um leitor enviou a foto de uma das cabines da Centro Park Estacionamentos jogada há mais de vinte dias entre a calçada e uma das vagas do estacionamento. Os entulhos atrapalham os pedestres e deixam mais feio o local. Acho que eles esperam que a Comlurb tome a iniciativa antes que a empresa cumpra a sua obrigação e contrate um caminhão para retirar as geringoças.
Quem é concessionário público, como a Centro Park, tem as mesmas obrigações que qualquer empresa e não pode, sob hipótese alguma, tentar se esconder sob o falso manto de uma proteção de autoridade que não existe, só porque utilizam o nome da prefeitura. Pelo contrário, as obrigações são maiores porque tem objetivos de lucro numa área que foi construída com recursos da população. Deveriam conservar tudo limpo e com segurança. Mas nem uma coisa e nem outra.

Um funcionário toma conta de cada estacionamento e se algum motorista for assaltado ou um dos carros arrombados não há agentes para proteger. O lucro está acima da contrapartida de prestação de serviços e responsabilidades . A prefeitura também precisa fazer a sua parte fiscalizando com mais rigor e exigindo que a empresa contrate seguranças para dar tranquilidade aos motoristas que utilizam as vagas da Centro Park. Nos fins de semana o abuso é outro: as vagas são alugadas para as lojas de automóveis que fazem as tradicionais feiras de carros. Acredito que a prefeitura não vai fazer absolutamente nada porque não é possível que ainda não tenham visto as irregularidades. Vamos ver. O morador da Ilha que se dane, devem pensar eles.