sexta-feira, 8 de junho de 2012

Ilha do Governador rumo ao desenvolvimento


Tenho repetido diversas vezes e estou convencido que a Ilha do Governador é uma das regiões mais promissoras para o desenvolvimento na cidade considerando principalmente dois fatores: sua condição de Ilha e por estar localizada no núcleo da cidade. Isso proporciona alternativas diferentes das outras regiões, como por exemplo, a possibilidade do transporte marítimo para o centro da cidade e municípios como São Gonçalo e Niterói. A extraordinária densidade populacional de cerca de 300 mil habitantes se equipara a cidades de porte médio, revelando um potencial econômico de mão de obra fantástico, comprimido em menos de 15km².

Na Ilha do Governador não existem áreas desabitadas. As saudáveis áreas verdes existem, são grandes, e protegidas por instituições militares como os fuzileiros navais localizados no ponto mais bucólico e distante do acesso pela ponte. Lá é lugar onde algumas espécies de animais em extinção tem habitat e estão consideravelmente protegidas.

Para avançar rumo ao desenvolvimento a região insulana precisa de um plano estratégico específico que considere as variáveis que desequilibram em favor da Ilha na comparação com outros locais da cidade. Exemplo é a importância do aeroporto internacional e toda logística de apoio à aviação, principalmente o terminal de carga aérea. O estaleiro Eisa instalado perto da Praia da Rosa é um dos maiores do país, assim como são importantes as atividades dos portos da Cosan e da Shell que trabalham derivados do petróleo e distribuem para outros centros do Brasil. Essas empresas são parte de uma constelação de alta tecnologia instalada na nossa ilha e na Ilha do Fundão, cuja importância gera o status que faz da nossa região diferente das outras. A localização no núcleo da cidade atende a estratégia da logística mais exigente e pode transformar a Ilha do Governador numa das regiões de maior desenvolvimento do Rio de Janeiro. Claro que precisamos nos mexer politicamente e tratar de incluir a Ilha na pauta permanente que busca soluções para os projetos e soluções econômicas da cidade. É assim que vejo futuro e é assim que planejo minhas ações, convencido de que nas grandes transformações na cidade a Ilha pode ser protagonista.