sexta-feira, 20 de julho de 2012

Jovens infratores gays poderão receber visitas íntimas

Confesso que ainda não tenho uma opinião formada sobre esse assunto. Li rapidamente a matéria publicada no jornal O Globo do dia 17, não pensei nem conversei com ninguém sobre o assunto. A verdade é que, segundo a reportagem, o Novo Degase criou um grupo de trabalho para implementar visitas íntimas nas unidades de internação de adolescentes. A turma tem pressa, e a expectativa é que até o final do ano já esteja vigorando a norma na Escola João Luiz Alves, localizada na Ilha e em outras três unidades semelhantes.

O diretor geral do Degase Alexandre Azevedo diz que o grande objetivo das visitas íntimas é melhorar a possibilidade desses adolescentes manterem vínculos familiares. "Serão criados ambientes separados onde poderá até haver relações sexuais," diz Alexandre, que quer a participação de pessoas da Secretaria de Direitos Humanos no grupo de trabalho, para também garantir e ampliar o direito dos homossexuais. "Não podemos implementar uma regra gerando preconceito,"afirma.

Estou confuso com a velocidade de algumas notícias e a quebra de tantos tabus nesses tempos doidos. Pelo que entendi os menores infratores poderão receber até adultos do mesmo sexo para manterem relações sexuais sob a tutela do Estado. É isso mesmo?

Estou confuso e perplexo. Vou procurar saber mais sobre o assunto antes de firmar minha opinião que neste momento poderia gerar protestos veementes.