sexta-feira, 25 de junho de 2010

Efeitos que só uma Copa do Mundo faz


O clima de alegria da Copa do Mundo de Futebol é contagiante e, a cada vitória do Brasil, as esperanças de conquistar o Hexa aumentam. É incrível como todo o país para, literalmente, na frente dos aparelhos de televisão. A qualidade das imagens em HD e agora em 3D estimulam o público que percebe até as ranhuras aerodinâmicas da bola da copa. A Jabulani é suspeita e carrega a fama de muitas vezes não obedecer a direção de quem erra o chute. As vuvuzelas, entretanto, são imbatíveis. O zumbido delas será eterno aos ouvidos de quem quiser rever algum jogo desta Copa.

Todas as nossas atenções estão voltadas para a África do Sul e não poderia ser diferente. O Brasil é o único pentacampeão, tem Pelé, o melhor jogador de todos os tempos e, apesar do Dunga não levar Ronaldinho Gaúcho e Ganso, nós vamos sempre torcer pela vitória da seleção. O futebol é a paixão do brasileiro. Mas quero alertar a todos os nossos leitores que uma imensa tragédia aconteceu no nordeste. Exatamente na divisa entre os estados de Alagoas e Pernambuco, mais de 100 mil brasileiros ficaram, nesta semana, desabrigados pela incrível força das águas dos rios que transbordaram violentamente. Mais de cem mortos já foram anunciados. Falta água, comida, agasalhos e roupas. Não deixe de torcer pela seleção, mas encontre um meio de ajudar nossos irmãos nordestinos.