sexta-feira, 4 de março de 2016

Cada vez mais distante uma solução para o sistema de barcas na Ilha


Barca perdeu o controle em 2015 ao atracar no Cocotá

             A reunião promovida pelo então Secretário Estadual de Transportes, Carlos Osório, realizada no dia 01/02/16, no salão do ECC para discutir soluções para o transporte marítimo da Ilha parece que foi uma farsa.  É que o secretário pediu demissão do cargo 21 dias depois, para mudar de partido e anunciar que vai ser candidato a prefeito do Rio. É óbvio que essa decisão já estava tomada na ocasião da reunião na Ilha e nada que ali foi prometido pode ser considerado como possível de acontecer. 
             Quase duzentas pessoas participaram daquele encontro e trataram de modo sério os graves problemas do transporte de barcas entre a Ilha e o Centro da cidade, como falta de horários, integração com ônibus e barcas velhas e inseguras, etc, perderam seu tempo. Essas pessoas, moradoras da Ilha e passageiros das barcas, disseram algumas verdades ao secretário, principalmente que o serviço das barcas é muito ruim e precisavam de mudanças urgentes.
             Durante o encontro, o ex-secretário, que já sabia que não continuaria no cargo, não deixou nenhuma denúncia sem promessa de solução e garantiu avaliar a volta da estação das barcas na Ribeira além da criação de outra na Ilha do Fundão. E, sem considerar a péssima situação financeira do Estado - que está com os cofres vazios -, foi mais além anunciando que seriam compradas 4 novas embarcações chinesas para entrar em operação na Ilha até o final do ano.
             A expectativa de que o serviço das barcas poderia melhorar naufragou mais uma vez. Quem esteve na reunião com Osório lamenta o tempo que perdeu em uma reunião que não valeu.

Nenhum comentário: