sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

VIOLÊNCIA EM ALGUNS BLOCOS QUE DESFILAM NA PRAIA DA BICA PROVOCA PROTESTO DE MORADORES E COMERCIANTES


              Muitas pessoas estão reclamando, com razão, da violência praticada por alguns foliões durante os desfiles de blocos realizados na Praia da Bica. É lastimável a atitude desses exaltados que, provavelmente sob o efeito de bebidas alcoólicas, incomodam a todos e chegam a provocar brigas agredindo aqueles que vão apenas para se divertir.
            Os moradores da região e comerciantes localizados na Praia da Bica estão no limite da paciência diante da fúria de gente incontrolável que não vai para se divertir e acaba prejudicando a proposta dos organizadores dos blocos que é proporcionar algumas horas de diversão para as multidões que querem brincar o carnaval.
            A prova de que os desfiles dos blocos não são lugar de arruaceiros, mas exclusivamente para diversão, são os desfiles realizados em outros bairros da Ilha, como Ribeira, Zumbi, Village, Freguesia e outros locais, onde esses eventos ocorrem sem incidentes de violência e, a cada ano, multiplicam o número de componentes com um belo espetáculo de alegria e a participação cada vez maior de famílias.
            A Praia da Bica pode ser excluída no próximo carnaval do roteiro autorizado pela Riotur para a realização do desfile de blocos. Basta que o órgão tenha o bom senso de ouvir o clamor da população e da maioria dos comerciantes, que estão bastante revoltados com os estragos e constrangimentos.
            Agora, às vésperas do carnaval, resta torcer que os organizadores dos blocos que ainda vão desfilar este ano consigam conter os exaltados, e que os órgãos de segurança como a PM e GM atuem com mais agentes para garantir que os desfiles sejam realizados em clima de plena alegria para todos.

2 comentários:

Aline disse...

Moro na Pinto Alpoim a mais de 40 anos. Nunca vi tanta imundice! Além disso falta de respeito com o trabalhador pois sequer conseguem fazer uma logística que funcione para quem trabalha nestes dias e precisa de condução! No último dia fui deixada na praça do Iate a meia noite e quarenta pq simplesmemte o inferno que começou as 16.30h ainda não havia terminado. Nem ônibus nem van. Fui a pé pra casa!! Nojenta essa Ilha! Nunca mais será a mesma!

Iraci Grimaldi disse...

Nos moradores temos que aguentar arruaça. baixarias. alem de pequenos furtos. brigas. ruas congestionadas, xixi na rua e gente consumindo drogas.
Perdemos o direito de ir e vir e policiamento escasso. Sugiro fazerem isso no Aterro do Cocota. aqui e um bairro residencial tendo vários idosos que precisam de sossego e respeito.