domingo, 22 de abril de 2018

TEMPESTADE DE MADRUGADA PROVOCA A QUEDA DE MAIS DE 300 ÁRVORES

              Essa terrível tempestade que desabou na cidade e principalmente na Ilha do Governador, na madrugada da quinta-feira (15), deixou nossa terra arrasada. Quase 200 árvores gigantes, algumas centenárias, foram arrancadas do solo como se fossem de papel.
              A força do vento com velocidade de quase 100 km/h não encontrou barreiras e chegou a colocar abaixo, no estádio da Associação Atlética Portuguesa, duas torres de iluminação feitas de concreto e ferro, com cerca de 20 metros de altura. Em consequência, o Flamengo vai ter que adiar alguns jogos na Ilha do Urubu, por conta dessa verdadeira devastação provocado pela natureza.
               Se a tempestade cai 48h antes, provavelmente levaria estragos as escolas de samba que desfilaram na segunda-feira (15) na Sapucaí e poderia gerar grandes transtornos aos milhares de componentes e ao público que foi assistir os desfiles. Deus não permitiu, e temos que manifestar nossa gratidão ao Senhor, pois nenhum insulano perdeu a vida devido ao temporal.
               A falta de energia elétrica gerou problemas principalmente para empresas, sobretudo aos restaurantes e aquelas que produzem ou armazenam produtos perecíveis que precisam de refrigeração. A ruptura de fiações e cabos provocaram também o fim das conexões de internet e as plataformas sociais ficaram inacessíveis. Em uma demonstração de solidariedade, e exemplo de cidadania, o Ilha Plaza Shopping, que também opera com geradores, liberou para os insulanos espaços para a carga de celulares e o uso do Wi-Fi. Foi a salvação de muitos para acalmar familiares.
               A rotina na Ilha ainda vai demorar alguns dias para voltar à normalidade, mas a lição desse vendaval é nos lembrar do respeito às forças da natureza e o quanto devemos nos preocupar em preservar o meio ambiente. 

Nenhum comentário: